10 erros comuns de quem deixa seu ego falar mais alto

1/3/2018



O ego inflado é literalmente a pedra no caminho do desenvolvimento de qualquer pessoa.

Não é fácil lidar com pessoas que usam o ego como acessório.

Você certamente já se deparou com situações desconfortáveis nesse sentido.

Há sempre um excesso sobre o “eu” e os interesses próprios ficam no centro de qualquer questão. E é por isso que esses erros comuns acontecem:

1. Dificuldade em aprender com os próprios erros




“Imagina que eu cometeria um erros desses.”

Quem deixa o ego falar mais alto, tem dificuldade de aprender com os próprios erros.

Para começar, a pessoa não acredita que esteja errada na maioria das vezes. Então não enxerga a si mesma como a causadora do problema.

Pelo contrário, provavelmente irá procurar outras respostas e culpados quando algo não acontecer como o esperado.

2. Não aceita nem mesmo as críticas construtivas




“Você só diz isso porque não gosta de mim.”

O ego inflado transforma qualquer crítica em ofensa.

Não importa que você fale com jeito, que explique que é para ajudar a pessoa a melhorar em algum aspecto.

Fazer uma crítica significa até mesmo ser do contra, não gostar da pessoa ou ainda querer o seu mal.

3. Dificuldade de se sentir feliz pelo sucesso dos outros




“Era para eu estar ali.”

Se a pessoa com o ego elevado se vê de maneira superior, ela certamente ficará incomodada com o sucesso dos outros.

Imagine não ter conseguido a mesma promoção no trabalho?

Para ela é simplesmente difícil entender como o chefe não percebeu o seu valor.

4. Por não querer entender a realidade, acaba distorcendo-a




O gerente se demitiu e então surge a chance de mudar de posição. Esta pessoa com o ego inflado se candidata já na certeza do resultado positivo.

Quando um colega mais despreparado (na opinião do ego) é o escolhido, as probabilidades de “por que ele e não eu” começam a ser inventadas.

“Com certeza não avaliaram o meu currículo direito.”

“É só uma questão de tempo até perceberem que cometeram um erro.”

“Assim que o colega errar, a diretoria vai mudar de ideia rapidinho…”

E assim seguem as justificativas do ego. É mais fácil distorcer a realidade e ser indulgente consigo mesmo do que perguntar o motivo de não ter sido a primeira escolha.

5. Se auto avalia superior




E não que a pessoa não tenha atributos, qualidades e conhecimentos. No entanto, o ego a torna melhor em tudo na própria visão (em relação aos outros).

E isso leva a uma dose desmedida de arrogância.

Você já deve ter ouvido de alguém assim que tudo o que você faz nunca será bom o suficiente, porque antes disso sempre existirá alguém melhor do que você.

Imagina um líder, um gestor, familiares e amigos com ego inflado: um exemplo inalcançável.

6. Não respeita o conhecimento dos outros




Esse erro comum vem junto com o anterior.

Uma vez que o ego inflado se instala, o conhecimento dos outros é desmerecido de um jeito ou de outro.

Ninguém sabe nada o bastante. E não dá para conversar, ou melhor, competir com essa pessoa.

A última palavra sobre qualquer assunto é dela. Claro que não vale a pena brigar. Mas é triste ver alguém desperdiçar oportunidades de aprender mais.

7. Precisa de elogios para se sentir bem




O ego inflado vem acompanhado de uma dose de carência por elogios. Se você não elogiar, é porque não gosta dela também.

Ou porque não reconhece os seus esforços.

Para quem deixa o ego falar mais alto, os elogios são a maneira de medir os resultados. O problema que elogiar é elevar ainda mais o seu ego.

8. Dificuldade em trabalhar em equipe




Mesmo em equipe, esta pessoa acha que precisa se destacar. Ela não encara que o resultado conta com os esforços de todos.

E não dá espaço para que outros se destaquem de alguma forma. A produtividade e interação com o grupo são trocadas por “só eu sei o que fazer”.

Mas não se trata de alguma prova para avaliar o senso de liderança (e um líder deve ser capaz de incentivar o crescimento de sua equipe).

Então ter o ego dominando o ambiente da equipe é totalmente antiprodutivo e deixa o clima tenso entre os colaboradores.

9. O ego elevado atrapalha reconhecer necessidade de auto aprimoramento




Depois de todos os erros comuns levantados até aqui, só poderia resultar em uma pessoa que não reconhece que precisa se auto aprimorar.

Melhorar como pessoa e crescimento interior são conceitos difíceis de assimilar para alguém de ego inflado, pois não vê nada disso como necessidade.

E ter disposição em reconhecer falhas e limitações é a melhor maneira para evoluir e se revolucionar por dentro.

Ninguém será para sempre o mesmo e as experiências e relacionamentos humanos forjam um ser humano mais preparado para viver em sociedade.

10. Humildade zero




A pessoa diz que é humilde e já faz um discurso sobre todas as suas qualidades. Passa longe da humildade.

Quando o ego ataca, o “eu” é o que mais entra em cena.

Uma pessoa humilde não pensa apenas em si mesma, é capaz de reconhecer o valor dos outros e não tem dificuldade em ceder espaço para que outras pessoas cresçam.

Ego x Humildade

Não se responsabiliza x Assume a própria responsabilidade pelas situações

Se sente melhor que os outros x Acredita que todos têm o mesmo valor e oportunidade de crescimento

Arrogante x Não exige reconhecimento e não precisa exibir suas qualidades

Inalcançável x Acessível aos outros

Afasta as pessoas pelo comportamento x aproxima as pessoas pelo mesmo motivo: o jeito de ser

Crescer como ser humano, desenvolver relações saudáveis e contribuir de forma significativa para o bem comum exige que o ego não esteja no volume máximo.

Fonte: Awebic

voltar