Diagrama Contábil - Certificação de Qualidade

7 passos para fazer a sua pesquisa de mercado

25/6/2020



Com a pesquisa de mercado é possível identificar a necessidade real do consumidor, o que pode ser aproveitado das ações dos concorrentes e qual a opinião do seu cliente em relação à sua empresa


Através da pesquisa de mercado, uma empresa consegue entender melhor as tendências e variações de comportamento do público. A partir dessas informações, a empresa consegue assumir o compromisso de criar soluções que geram resultados para outras pessoas. Além disso, é possível ainda analisar concorrentes, a disponibilidade e o desempenho de outros empreendimentos.

Para a especialista em pesquisas de mercado Juliana Hendges, essa é a via que pode explorar tendências e novas realidades. "Com a pesquisa de mercado é possível identificar a necessidade real do consumidor, o que pode ser aproveitado das ações dos concorrentes e qual a opinião do seu cliente em relação à sua empresa. Em outras palavras, ela irá mostrar a situação atual do segmento. E este processo ajuda a gerar insights para criar coisas novas", explica Juliana, que é CEO e fundadora da Engaje Pesquisa. Confira 7 dicas essenciais da especialista para fazer uma pesquisa de mercado:

1. Determine qual será o tema

Toda pesquisa de mercado parte de uma situação que ela deseja explorar e resolver, o chamado de problema de pesquisa. É ele que vai delimitar toda a definição das perguntas do seu questionário ou roteiro. Para elaborar as perguntas certas, elas precisam estar alinhadas com o que você precisa obter de respostas, que em seguida servirão de embasamento para sua tomada de decisões.

2. Tenha o público-alvo em mente

Com o objetivo da pesquisa definido, antes de criar de fato o questionário da pesquisa, você deve saber exatamente quem vai respondê-lo. Tenha cuidado: a ideia é escrever de um jeito que seu público entenda, usando termos que ele conhece e falando de forma direta e objetiva.

3. Determinação de hipóteses

Com o objetivo e público escolhidos, é preciso definir quais hipóteses provar com a pesquisa. A partir delas, você conseguirá entender o que é essencial para construir as perguntas do questionário ou roteiro.

4. Formulação das perguntas

Para formular as perguntas, é preciso ter em mente:

• O problema de pesquisa e os objetivos, para manter o foco na obtenção de informações que você realmente precisa;

• O público-alvo, já que é ele quem vai ditar a linguagem e os termos utilizados na pesquisa. Afinal, é preciso garantir que os seus participantes saibam respondê-las;

• As hipóteses, por demonstrarem exatamente o que será preciso perguntar para confirmarmos ou descartarmos as previsões feitas.

5. Tipos de pergunta

Chegou a hora de dar início à criação das perguntas. É possível estruturar seu questionário com diversos tipos de perguntas, alguns modelos comuns são:

• Resposta única
Esse tipo de questão é utilizado em ocasiões em que as alternativas são eliminatórias. O enunciado da pergunta deve sempre pedir por uma resposta objetiva, como "Qual é a opção com a qual se identifica?" ou "Escolha apenas um…".

• Resposta múltipla
Nesse tipo de pergunta, o respondente pode escolher mais de uma alternativa. As opções não podem ser eliminatórias. São perguntas do tipo "Entre os serviços abaixo, quais você consome…?" e "Selecione três atributos que te motivam a…".

• Pergunta aberta
Estas permitem declarações e depoimentos mais amplos sobre o assunto que está sendo pesquisado. São campos de texto livres para que o respondente opinar. São ótimas formas de conversar em profundidade com o entrevistado. São perguntas do tipo "Cite uma experiência negativa que você teve em...".

• Pergunta de escala/Escala de Likert
Nesse tipo de questão, as opções de resposta seguem uma escala de níveis pré-definidos. Um bom exemplo é o usado nas pesquisas de NPS (Net Promoter Score).

6. Faça um rascunho completo do questionário ou roteiro
Comece colocando tudo no papel. Parece simples mas, acredite, um rascunho do questionário vai te ajudar a entender perfeitamente o caminho que o respondente vai percorrer. Além disso, durante o processo de criação das perguntas, é comum deletarmos questionamentos que não se encaixam tanto.

7. É hora de testar
Agora o questionário ou roteiro está finalizado, mas ainda falta uma última etapa do nosso passo a passo: o teste. Leia novamente todas as perguntas e as opções de resposta, para garantir que todas estão claras, objetivas e de acordo com o objetivo inicial da pesquisa. Além disso, erros podem passar despercebidos, já que você está totalmente inserido no mesmo assunto há um tempo. Por isso, sempre peça uma segunda opinião. Neste momento você pode testar com a família e amigos, para que eles vejam se tudo faz sentido, se não existem ambiguidades, se está de fácil entendimento, sem erros de português e com experiência agradável.

Depois de confirmado que tudo está 100%, é hora da coleta com o público recrutado! algumas, adicionarmos outras e inverter a ordem até chegarmos na versão final. Para aplicar o questionário quantitativo, caso esta seja sua escolha de metodologia quando você foi desenvolver sua própria pesquisa, terá de usar um software (que mais para frente lhe mostrarei as opções).
Então, será extremamente mais fácil se você fizer o rascunho antes. Entretanto, o passo também se aplica para a construção de roteiro qualitativo.

Fonte: Administradores

voltar